quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Iniciados: AC Alcacerense X GD Alfarim, ou crónica de uma viagem ao Alentejo...

Esta semana tive um assistente fotográfico que me "roubou" um atleta à fotografia!
Tenho andado aqui às voltas com o texto, às voltas comigo mesma, sem saber por onde começar a crónica desta semana, na verdade, confesso, com vontade de nem sequer começar…com vontade, eu própria, de “arrumar as chuteiras” bem lá no fundo do baú, desfazer-me do já conhecido bloquinho de apontamentos e sei lá mais o quê…enfim, fazer o mesmo que, com muita tristeza, vi fazerem no passado domingo: desistir…
Mas sabem que mais? EU NÃO DESISTO! Venha quem vier, com chuva, com frio, com calor (e até doente como fui esta semana), eu não desisto…Agora, POR FAVOR, não desistam também…
É certo que o adversário impunha respeito, bem classificado, boas jogadas, posse de bola, distribuição de jogo, alguma agressividade (exagerada nalguns momentos, mas o futebol tem destas coisas), garra e a jogar em casa com muita atitude.
E atitude foi mesmo o que vos faltou, baixaram a cabeça ao primeiro embate, entregaram o jogo ao adversário e sobretudo não se conseguiram organizar dentro das quatro linhas. Nada fazia supor o resultado, nada justifica o resultado, portanto o melhor será mesmo “esquecer” que este mal fadado dia aconteceu.
Encarem as críticas como construtivas, ouçam sobretudo quem desta “arte de jogar à bola” sabe mais do que eu, que é obviamente quem vos treina e, já agora, se não for pedir muito comecem a ter mais respeito, mais humildade - pelos colegas e por todos os outros - olhem para cada um como um par, nesta nossa companhia não existem estrelas umas mais cintilantes do que as outras, todas têm o mesmo brilho, a equipa são vocês todos, os que têm um bocadinho mais jeito, os que têm um bocadinho menos mas que gostam muito e esforçam-se para melhorar, os mais atléticos, os que continuam a lutar por isso, os mais velhos - que devem sobretudo dar o exemplo e incluir TODOS no grupo e os mais novos, o treinador, os adjuntos, o massagista...e simultaneamente procurem ter mais convicção, mais amor-próprio, mais garra e vontade de mostrar que são capazes de fazer mais e melhor.
Eu acredito que o que aconteceu no domingo não passou de um mal entendido – nem vou publicar o resultado – e vocês, no que acreditam vocês rapazes?

Eu acredito no valor dos Iniciados do Grupo Desportivo de Alfarim.  

Anabela Pinto Coelho

Sem comentários: